Agora é que a fiz bonita...

outubro 05, 2016

Imagem de unsplash.com

O desejo de partir à descoberta e conhecer novos locais é algo que me acompanha desde que me lembro de ser pessoa. Primeiro utilizava os livros como viagem mas, depois da minha viagem a Roma, percebi que por mais livros que lesse nunca iria ser suficiente.


Ansiava por mais. Por uma mudança maior, por novos lugares e por ouvir falar uma língua diferente.


Desde esse dia, acalmo a minha vontade com pequenas viagens pelo nosso lindo Portugal mas, este ano, percebi que não iria ser suficiente. Ansiava por mais. Por uma mudança maior, por novos lugares e por ouvir falar uma língua diferente.

Pelo que, este verão, resolvi fazer, finalmente, uma road trip com o Charming que já andava a ser adiada à demasiado tempo. Planeada em cima do joelho e com apenas alguns dias de antecedência, foi uma experiência maravilhosa e foi, também, a nossa primeira viagem em conjunto para um novo país.


Planeada em cima do joelho e com apenas alguns dias de antecedência, esta road trip foi uma experiência maravilhosa!


O problema é que, tal como costuma acontecer com as experiências mais marcantes, o resultado não foi o planeado. Pensei que ia ficar sossegadinha no meu canto durante algum tempo, mas não. Agora, quero mais! Esta road trip arruinou-me por completo e o desejo de viajar e partir à descoberta apenas aumentou e é, agora, um pensamento constante no meu dia-a-dia.

Também sofrem do mesmo?



You Might Also Like

5 comentários

  1. Adoro viajar e claro que quero sempre mais, acho que isso é normal quando as viagens correm todas bem ahahah
    beijinhos
    http://eyeelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Sim... Quanto mais viajo, mais vontade tenho de ir e conhecer sítios e locais novos... E estou como tu, para mim o simples facto de não se falar a nossa língua já torna tudo diferente :)

    ResponderEliminar
  3. Eu nunca viajei, infelizmente, mas perco-me naquelas revistas sobre viagens e destinos de viagens, farto-me de pensar onde gostaria de ir no futuro e tenho a certeza de que se algum dia ponho os pés fora do meu distrito, não vou querer mais nada.

    ResponderEliminar
  4. Senti o mesmo quando viajei de forma "independente" pela primeira vez. Desde então parece que não estou satisfeito, é como dizes, quero mais! Só é pena não ter a carteira suficientemente grande para isso haha.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  5. É um bichinho que se cola a nós. A viajar somos tão mais felizes, é a descoberta de novos mundos. De novas culturas e hábitos. Tenho pena de agora não o fazer tanto, mas as viagens que já fiz deram-me uma bagagem imensa em termos de felicidade e prazer pessoal.

    ResponderEliminar