Perdoar e esquecer.

dezembro 08, 2014

O primeiro a perdoar é sempre o mais feliz. Não tenho qualquer dúvida sobre a veracidade dessa afirmação. A minha dúvida reside na questão temporal, até quando? Até quando deve uma pessoa perdoar e esquecer tudo o que a magoou e, especialmente, o quanto foram magoadas as pessoas que mais ama?

Já esqueci - ou quase - e já perdoei, tantas e tantas vezes que já perdi a conta. Sempre os mesmos erros, sempre as mesmas acções, sempre as mesmas promessas. Durante 17 anos. Não será suficiente? Não terei já dado tudo o que podia para esquecer e perdoar? Julgo que atingi o meu limite. Não consigo perdoar e definitivamente não vou esquecer. Não consigo sorrir e dizer um simples "bom-dia" simplesmente porque iria transpirar falsidade. Não consigo. Agora não. Quem sabe um dia.

❤️

You Might Also Like

10 comentários

  1. Percebo tão bem... Eu perdoava muita vez mas tantos foram os erros que agora é-me muito difícil de o fazer. Não guardo rancor mas tenho imensa dificuldade em conseguir perdoar as pessoas por inteiro. Quanto a esquecer, bem, nunca consegui esquecer nada que me magoasse e acho que isso vai manter-se assim.

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa é perdoar, outra é esquecer... Perdoar, já perdoei algumas vezes, agora esquecer...esquecer já é outra coisa...

    ResponderEliminar
  3. Sei bem do que falas - fica sempre a dúvida entre essas duas ações.

    ResponderEliminar
  4. Nada serve para esquecer! Tudo vira lição um dia, tenho em mais anos muitas histórias parecidas e sei, talvez tão bem como tu, o que é um "bom dia" por pura educação. Ás vezes temos que ser assim, mas nada que nos faça ser cegas novamente...que ao menos fiquemos de consciência livre e que recuperemos de novo o ritmo de viver bem, porque assim é que a vida se quer! Sorri menina! :)

    Beijinho e gostei muito do teu blog (desculpa a invasão desta forma)

    ResponderEliminar
  5. Uma pessoa perdoa, mas nunca esquece. Apenas a nossa mente guarda para não sofrermos com a dor!

    ResponderEliminar
  6. Percebo o que dizes, perfeitamente. O esquecer é o mais complicado, por muito que se perdoe.

    R: É verdade, pobre rapaz. Contudo até não desgostei desta impossibilidade de ela recuperar as memórias dele. É uma forma de a vermos apaixonar-se por ele novamente.
    E cá entre nós, sempre quis que ela no fim ficasse com o Stefan (e quero!), no entanto acho que neste momento ela deve estar com o Damon. Estou a adorar vê-los juntos :)

    ResponderEliminar
  7. Perdoar é muito simples, esquecer é que é o problema u_u

    amocinhadofilme.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. Mas eu também sou assim. Quando não, dá, não dá.
    E pensa que quando é para ser perdoada ou esquecido, se consegue.

    ResponderEliminar
  9. Agente perdoa, mas nem sempre esquece :)

    ResponderEliminar