Dinheiro.

março 10, 2014

Tenho alguma dificuldade em compreender pessoas para quem o dinheiro é o mais importante. Sei perfeitamente que todos somos diferentes e, consequentemente, as nossas prioridades também o são mas não consigo conceber uma vida assim, pelo menos não para mim. É essencial trabalhar, acho que isso é mais do que óbvio, todos gostamos de ter as nossas coisas, ir aqui ou ali e comprar isto ou aquilo ou, mesmo que tal não aconteça, todos temos de viver portanto, no mínimo dos mínimos, a compra de alimentos é uma questão essencial.

Com isto não quero dizer que devemos colocar de lado os nossos sonhos e desejos, muito pelo contrário, os sonhos e desejos são essenciais para nos motivar a alcançar mais e a superarmos-nos a nós próprios no entanto, parece-me essencial existir uma clara definição de prioridades pois o melhor da vida não se compra. O tempo não volta atrás. Nem sempre podemos voltar à aquela pessoa que deixamos quando trocamos a nossa vida, razoavelmente boa, por um ordenado melhor no outro lado do mundo, podemos já não conseguir fazer o que realmente gostamos porque escolhemos investir numa profissão com melhor remuneração, podemos não ter os nossos amigos de volta pois, sempre que eles realmente precisaram não estávamos lá para eles. E o pior de tudo, podemos ter perdido a oportunidade de ser realmente felizes.
Untitled

You Might Also Like

5 comentários

  1. prevalece a fé que a felicidade conquista-se quando estamos bem ... nem sempre, mas às vezes o dinheiro ajuda :) :*

    ResponderEliminar
  2. Lendo isto que escreveste percebo que, talvez não dê tanto valor ao dinheiro como pensava que dava.

    ResponderEliminar
  3. Concordo! Acho que no fim do do dia, quando deitamos a cabeça na almofada, há coisas tão mais importantes

    ResponderEliminar