fevereiro 01, 2014

Tenho o hábito de, sempre que a minha mãe, tios/as, primas, avô e avó me telefonam de acabar sempre com "...beijinhos. Amo-te muito". Foi um hábito que ganhei com a minha avó materna. Uma vez, ainda era pequenita, perguntei-lhe porque é que ela dizia "amo-te muito" tantas vezes se nós sabíamos que ela nos amava e ela disse-me que, para além de toda a gente gostar de ouvir, não se sabe o dia de amanhã e é sempre bom dizer às pessoas de quem gostamos o quanto elas são importante para nós.

Desde esse dia faço sempre isso e, tal como ela, não gosto de ir dormir zangada com pessoas que são realmente importantes para mim portanto resolve sempre as coisas e peço sempre desculpa mesmo quando não tenho culpa.

Já o meu avô parece que fica sempre envergonhado sem saber o que dizer. Acho-lhe um piadão. "Amo-te muito avô".  "Ah tá bem, tá bem. Obrigada. Beijinhos."

Com vergonha ou não amo-te muito avô!

You Might Also Like

0 comentários